27 de abr de 2017

Resenha: O guardião invisível - Trilogia Baztán - Livro 1

O guardião invisível
Dolores Redondo
Planeta, 2017

SINOPSE:
O corpo de uma adolescente é encontrado às margens do rio Baztán, num pequeno povoado em Navarra, na Espanha, e para desvendar o caso a investigadora Amaia Salazar precisa voltar à sua terra natal, uma região da qual sempre tentou escapar – por motivos que nem seu marido conhece, mas que ainda a atormentam na forma de pesadelos.

Amaia sabe que o local, marcado pela inquisição espanhola, é cheio de velhas crenças pagãs. O que ela não imagina é que, com o avanço da investigação e a descoberta de novos corpos, a fronteira entre mitologia e a realidade ficará cada vez mais tênue. O desafio agora é descobrir se os crimes resultam da ação de um serial killer ou de uma criatura mítica conhecida como basajaun, o guardião invisível.

O guardião invisível é uma história intrigante e envolvente. Eu não conhecia a trilogia quando a vi na lista de lançamentos da Editora Planeta. Li e sinopse e não tive dúvidas: precisava ler!

Tudo começa quando uma jovem é encontrada morta a beira do rio em uma cena cuidadosa montada pelo assassino. Sem indícios de ser um crime sexual, a maneira como o corpo foi colocado e a existência de um doce deixado sob o púbis da jovem intrigam imediatamente a polícia. A policial Amaia Salazar  é designada para o caso, mas o que ela não contava era ter que encarar alguns fantasmas do seu passado enquanto cumpria suas obrigações. Semelhanças do crime com um outro corpo encontrado meses antes na cidade de Elizondo, levam a detetive de volta para sua cidade natal, acompanhada do compreensivo marido, James. Lá ele iria reviver um grande trauma da infância que a impede de seguir livremente sua vida. 

Uma antiga lenda volta a tona, quando as investigações apontam pelos de animais na cena dos crimes. Basajaun, uma espécie de pé-grande ou Sasquatch que habita as floresta e zelam pelo equilíbrio da natureza. Diversos relatos de avistamento do ser de mais de 2 metros de altura e de corpo coberto de pelos dão a trama um toque místico bem interessante. 

Em Elizondo, Amaia se hospeda com sua família que consiste na amada tia que a criou desde pequena e suas duas irmãs com sérios problemas matrimoniais. A tia de Amaia tem um dom especial de ler cartas e suas experiências só intrigam mais a sobrinha, enquanto a investigação prossegue em meio a dúvidas, medo e descobertas. 

É a primeira obra que leio da espanhola Dolores Redondo e só tenho elogios. A construção dos personagens e suas personalidades, a consistência dos acontecimentos e o toque ideal de suspense fazem o leitor "grudar" no livro. Me lembrou outra autora que gosto muito, Camila Läckberg, escritora da Princesa de Gelo (conheça aqui), entre outros. Assim como a sueca, Dolores desenvolve a história de maneira sensacional, fazendo com que o leitor espere ansiosamente para ter em mãos o segundo volume da trilogia. 

Alguns pontos não foram esclarecidos no desfecho da história e devem ser abordados nos outros dois volumes da série. 

Adaptado para o cinema esse ano, O guardião invisível é com certeza uma leitura que eu indico!

A trilogia Baztán, publicada na Espanha pela Booket,
 selo do grupo Planeta.
Imagem relacionada


Saiba mais sobre a escritora Dolores Redondo



19 de abr de 2017

Resenha: Bela Chama - Irmãos Maddox - Livro 4

Bela Chama
Jamie McGuire
Verus, 2016

SINOPSE:
Ellison Edson chegou ao fundo do poço. Na casa de férias de sua família no Colorado, o comportamento de Ellie finalmente chama a atenção de seus pais, mas não da maneira que ela esperava. Por causa disso, ela é afastada da fortuna da família e obrigada a se virar sozinha. Mas o redemoinho em que Ellie se encontra fica fora de controle, e ela comete um erro grave, que não vai ser capaz de reparar. Assim como Taylor, seu irmão gêmeo, Tyler Maddox é membro da Equipe Alpina de Bombeiros de Elite, combatendo incêndios florestais na linha de frente. Tão arrogante quanto charmoso, o estilo de vida nômade de Tyler torna mais fácil restringir seus relacionamentos a uma única noite. Quando ele conhece Ellie em uma festa durante a baixa temporada de incêndios, a personalidade forte e a atitude indiferente da garota o deixam fascinado. Mas, conforme seus sentimentos começam a se tornar intensos, Tyler se dá conta de que os demônios interiores da mulher que ele ama podem ser o inimigo mais poderoso que qualquer Maddox já enfrentou. Em Bela chama, você vai acompanhar a história quente e chocante de Tyler, o gêmeo Maddox que faltava na sua coleção dos irmãos mais irresistíveis da literatura new adult. E vai entender por que um Maddox é capaz de tirar a mulher amada do fundo do poço e levá-la às alturas.

Chegou a vez do último Maddox. Tyler, o irmão gêmeo de Taylor é o protagonista do quarto livro da série Irmãos Maddox e tão apaixonante como os demais. 

Assim como Taylor, Tyler também é um lindo bombeiro de elite, profissão que ambos escondem da família para não preocupar o pai Jim. Sua vida estava tranquila, entre um bar e uma mulher e outra, quando surge Ellison, uma herdeira milionária e totalmente doida. 
Ellison cresceu com todo o luxo que é possível, mas ressentida por não ter nenhum carinho ou atenção dos pais. Vista como a riquinha revoltada e irresponsável, ela passa dos limites quando o assunto é festa ou bebedeira. É nesse ambiente que os dois se conhecem e ao contrário dos irmãos, já dizem ao que vieram no primeiro capítulo, com uma noite quente regada a álcool e sexo. 

Mesmo os dois combinando que tudo não passaria de uma noite e que nunca mais se falariam, é lógico que não poderia ser assim e Tyler começa a aparecer em todos os lugares em que Ellison está. Mas a vida da garota complica quando seus pais, já cansados de seus atos inconsequentes, a obrigam a viver por conta própria. Nessa confusão toda, ela faz uma besteira enorme que a afasta de sua melhor amiga e irmã Finley. 

Nesse livro, ao mesmo tempo que vamos acompanhando a aproximação de Tyler e Ellison, vamos vendo essa se tornar uma pessoa melhor. Da riquinha mimada, passa pela profissional responsável, alcoólatra assumida (com recaídas horríveis) até chegar na mulher apaixonada que todo Maddox merece. 

Legal também nessa história é ver as cenas que já conhecemos dos outros livros, dessa vez do ponto de vista a nova protagonista. São as passagens em que família Maddox iterage, como o encontro na casa do Jim e o casamento de Travis e Abby. 

Mais uma vez, "quando um Maddox se apaixona é para sempre", mas Ellison vai demorar um pouco para se convencer disso. 

Se ainda não conhece essa série do gênero new adult, veja nossas outras resenhas:

Belo sacrifício




3 de abr de 2017

Resenha: Um instante de felicidade

Um instante de felicidade
Federico Moccia
Planeta, 2017

SINOPSE: 
O italiano Nicco enfrenta a passagem da adolescência para a vida adulta com muito mais sofrimento que seus amigos. Sua namorada terminou tudo com ele com um “sinto muito”, sem dar nenhuma explicação, e seu pai acabou de morrer. Como o “homem da casa”, ele precisa cuidar da mãe, que se entrega à tristeza pela morte do marido, e das duas irmãs que não conseguem se acertar com seus respectivos companheiros. Para dar conta de tudo, ele se divide entre dois empregos. Em meio a esse turbilhão de emoções e acontecimentos, Nicco conhece uma encantadora turista americana nas ruas de Roma e percebe que a vida é curta demais para ser desperdiçada com lamentos sobre o passado. Com a bela Ann, ele embarca numa aventura romântico-gastronômica pela Itália e redescobre seu norte com instantes de felicidade. Impossível ler este romance do best-seller Federico Moccia, carregado de um humor característico da Itália, sem ficar com vontade de comer numa boa cantina italiana ao final de cada capítulo ou até de comprar uma passagem para Roma ao terminar o livro. Apaixonante!

Hoje eu trago para vocês um romance do autor italiano Federico Moccia. Foi a minha primeira leitura de Moccia e confesso que a sinopse chamou muito a minha atenção quando recebi a lista de lançamentos da Editora Planeta, nossa parceira. 

O livro conta a história do jovem Nicco que está em um momento bem complicado de sua vida com a morte recente do pai. Sua mãe não superou a perda e suas duas irmãs, cheias de problemas, passam a ver Nicco como o homem da casa e responsável por ajudá-las. No novo papel de homem da casa, o jovem ganha a vida com dois empregos e divide seu tempo entre eles e a namorada Alessia, até que... ela rompe repentinamente o relacionamento e sem qualquer explicação, deixando Nicco sem entender nada do que aconteceu e sofrendo muito por ela. 

Ao lado do grande amigo, Ciccio, o jovem vai levando a vida, tentando entender o motivo da atitude repentina de Alessia até que eles conhecem duas turistas americanas e passam a ser o guia delas em Roma. A partir daí, vamos acompanhando os passeios e viagens do grupo por lugares turísticos e restaurantes interessantes, sempre com destaque para os pratos e bebidas que eles pedem, explicados com uma dose de detalhe que deixa o leitor com água na boca. As dificuldades que o grupo tem em se comunicar por conta do idioma nativo de cada um são responsáveis por algumas passagens bem divertidas.

A história é leve e a leitura flui, mas senti falta de um grande momento, de uma revelação, algo assim.  Gostei da escrita do autor, mas o ritmo,  o desenrolar da história foi um pouco abaixo do que eu esperava. O encontro dele com Ann acontece somente a partir da metade do livro .  Até chegar lá, ficou um pouco lento e eu fui perdendo o interesse. Apesar do drama familiar, da perda do amor e de novas descobertas, eu não fui consegui me envolver com a história de Nicco.

O autor tem outros livros publicados no Brasil, como Desculpa se te chamo de amor, Desculpa, quero me casar contigo, Sou louco por você e Carolina se apaixona.